Pages

quinta-feira, 12 de março de 2009

Agora...sou uma filha do câncer?

Tudo começa qdo o traçado de Deus vem e coloca uma virgula, no meio da nossa história!
Parecia tudo normal, uma vida familiar normal, filhos, marido, pai, "mãe"...com câncer de mama...nossa é como estar com uma arma apontada, para a nossa cabeça e com aquela sensação de que a qq momento...boommmm!

Ficamos reféns desta doença, todos, angustiados, imensurável a dor de olhar aos olhos de minha mãe...olhar de sentença de morte.Mas aos fracos vai o meu recadinho...
"Eu acredito q tudo q o Senhor faz, por mais que nos faça sofrer, entender menos a vida e suas justiças...É perfeito e agradável SIM!

Um dos meus aprendizados hj é esse, aceitar sem perguntar pq!Tem um afrase acredito ser de São Francisco, apesar de ter uma crença totalmente diferente, concordo com a sua fala que é mais ao menos assim:

..."Senhor dai-me força para aceitar aquilo que não posso mudar"

Se eu posso aceitar o bem de Deus, pq não aceitaria o "mal"...tenho medo não da morte, pois apesar da separação da carne ser muito dolorosa, é um fenômeno natural da vida, assim nascemos, assim morreremos, é a vida!

Tenho que estar preparada, estamos sempre esperando o "melhor" acontecer, mas nunca estaremos prontos para o dia da provação.Este dia é muito difícil, doloroso, penoso, deixa máculas irreparáveis.Creio na misericórdia de Deus...creio mesmo.

Hoje confesso que minhas forças são poucas...mas como eu já disse:

SE O SENHOR FIZER UM MILAGRE ELE É DEUS, SENÃO O FIZER...CONTINUA SENDO DEUS!

É o que tenho para compartilhar hoje, minhas lamentações misturadas com minha pouca FÉ.

Beijos
Ocorreu um erro neste dispositivo